3 passos para o autoconhecimento pleno

autoconhecimento pleno

A grande meta da evolução espiritual, é um autoconhecimento pleno. Simboliza o encontrar da felicidade, através de ferramentas terapêuticas.

O que sabe sobre o autoconhecimento? Procurar um conhecimento quase perfeito sobre nós mesmos é um processo complexo, mas extremamente terapêutico. Contudo, para começar a busca pelo autoconhecimento pode precisar de algumas indicações.

Podemos dar-lhe 3 passos essenciais para começar a prática do autoconhecimento, amplamente apoiados por vários especialistas da espiritualidade. Mas torna-se importante compreender que a palavra autoconhecimento não se define por “saber quem sou”, mas sim por “descobrir o que me motiva”. Trata-se da necessidade de compreender a verdadeira origem dos comportamentos.

Por exemplo, quando adotamos comportamentos quase automatizados como meio de sobrevivência. Este tipo de comportamento pode não ser o mais aconselhado, simplesmente porque se reflete numa solução temporária.

3 passos para o autoconhecimento pleno

1. Dê nome às suas emoções

Saiba identificar, reconhecer e descrever as suas emoções. Pode parecer simples, mas não é. Se se sente triste ou irritado, auto-analise o problema e tente descobrir de onde surge essa sensação. Pergunte a si mesmo que emoção é esta que está a surgir e quem, ou o que a provoca. Adquirir este hábito contribui para uma autoconsciencialização importante.

2. Assuma a responsabilidade dos seus atos

A responsabilidade das suas emoções e pensamentos é sua. Em vez de culpar outras pessoas pelos seus problemas, assumir a responsabilidade é também um ato libertador. Está a tomar o controlo de volta. Não culpe as pessoas pelo que acontece na sua vida.

Um bom exercício é pegar numa folha de papel e escrever nele o máximo de soluções possível para o problema que o atormenta. Este hábito vai ajudá-lo a criar novas estratégias, mais saudáveis.

3. Aceite os seus defeitos

Não aceitar que somos seres imperfeitos é um grande erro. A imperfeição é imediatamente assumida através de um ponto de vista negativo, mas as palavras não são sinónimas. É impossível melhorar imperfeições, se não as aceitarmos. Enquanto seres humanos, a diferença entre cada um baseia-se na imperfeição.

Concorda com este plano para o autoconhecimento? Está pronto a pô-lo em prática?

 

Artigos sugeridos

Júlia Rocha

Gestora e criadora de conteúdos para marcas, com paixão por grandes histórias. Nunca sai de casa sem papel e caneta, e adora longas viagens.

Descubra o seu signo Chinês