O poder da naturopatia

naturopatia

Conhece a naturopatia? Esta prática milenar aborda as doenças de uma forma algo diferente da medicina tradicional. Saiba mais.

A naturopatia é uma terapia holística, que promove tratamentos 100% naturais. Estuda a aplicação de processos naturais no tratamento de várias doenças e problemas de saúde.

A naturopatia concentra-se não só no lado físico, mas também em fatores emocionais, genéticos, espirituais e ambientais. É uma das medicinas alternativas atualmente reconhecidas pelo estado português.

A naturopatia como filosofia de vida

Esta prática é encarada por muitos como uma autêntica filosofia de vida. Segundo os princípios da naturopatia, deixa-se que o corpo reaja aos problemas de acordo com a sua própria energia.

Sendo também conhecida como medicina natural ou medicina naturopata, tem bases na Grécia Antiga e em Hipócrates, o pai da Medicina. Nos séculos XIX e XX, a prática foi difundida por dois alemães: primeiro por Sebastien Kneipp e também por Benedict Lust.

Solstício de verão: conheça o significado místico

O poder na naturopatia está em alcançar equilíbrio e harmonia, de acordo com tratamentos naturais em resposta às reações do corpo. Defende uma perspetiva holística do homem.

Este método terapêutico defende que a saúde é mantida pelo próprio corpo, que se defende ou se trata com mecanismos estimulados por tratamentos e terapias naturais.

Os conhecimentos da ciência médica moderna aliam-se à sabedoria da Natureza, em duas áreas. Primeiro, em estimular e apoio a capacidade que o próprio corpo tem de se curar. Segundo, a capacidade que todos temos de mudar e adaptar o nosso estilo de vida para fazer as escolhas mais saudáveis.

A naturopatia é especialmente usada no tratamento de doenças crónicas, stress, ansiedade e depressão, doenças sazonais, com ênfase na prevenção através da educação dos pacientes.

Como usar a meditação para controlar a ansiedade

O papel do naturopata

Um naturopata tem de obedecer a alguns princípios:

  • Poder da cura da natureza e da auto-cura de cada um (vis Medicatrix Naturae);
  • Identificação e tratamento das causas (tolle causam);
  • Primeiro não causar nenhum prejuízo (primum non ocere);
  • Tratar todo o indivíduo (tolle totum);
  • Ensinar e prevenir (docere e praevenire).

São várias as clínicas dedicadas à naturopatia, hoje em dia. Se procurar um profissional de medicina natural, é comum que na primeira consulta seja questionado acerca de vários aspetos da sua vida.

Desde o atual estado de saúde, à profissão, qualidade de sono, se tem filhos, o que come ou bebe, se tem uma rotina de exercício, como é a relação com família e amigos, etc.

O naturopata pode também fazer uma série de exames médicos. Tais como medir a pressão arterial, auscultar, observar de olhos ouvidos e garganta, etc. O tratamento receitado será baseado em tudo o que foi dito e observado e não apenas na principal razão que levou o paciente a procurar este tipo de tratamento.

O naturopata pode aconselhar terapias tais como acupuntura, aromaterapia, hidroterapia, osteopatia, homeopatia, fisioterapia, suplementos (alimentares e naturais), meditação, reflexologia, entre outras.

Loja artigos esotéricos online – My mystic land

 

Artigos sugeridos

Júlia Rocha

Gestora e criadora de conteúdos para marcas, com paixão por grandes histórias. Nunca sai de casa sem papel e caneta, e adora longas viagens.